Câmara recebe exposição sobre parto humanizado

 

O Nascer em Foco, único grupo em Curitiba especializado em fotografia de parto humanizado, abriu nesta última segunda-feira (25/09), na Câmara Municipal de Curitiba, a exposição fotográfica Parto com Respeito. Ao todo, 16 imagens produzidas pelas fotógrafas Amanda Nunes, Heidi Peters, Luciana Zenti e Marcia Kohatsu, revelam a beleza de nascimentos em maternidades particulares e também em partos domiciliares planejados. Nesse mesmo dia, às 10h, será realizado um ato político em defesa do parto humanizado em frente ao prédio histórico da Câmara. A proposta é disseminar o parto com respeito não apenas nas maternidades privadas mas, principalmente, na saúde pública, onde é atendido o maior número de mulheres.
 
A exposição tem o apoio dos vereadores Goura Nataraj e Maria Letícia Fagundes. Durante o ato político, Goura irá ler um manifesto em defesa do parto humanizado e repúdio à violência obstétrica, bastante recorrente nas maternidades brasileiras. O documento expressa a necessidade de mudanças no atendimento ao parto, de forma a atender as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O Brasil é recordista mundial em cesáreas, grande parte delas mal indicadas. “Queremos promover os diretos da mulher e do parto humanizado. A exposição vem para somar e fortalecer as políticas públicas de combate à violência obstétrica”, defende o vereador Goura.
 
A exposição está alinhada com um movimento que tem ganhado muita força no Brasil nos últimos anos, que é o do nascimento com amor e respeito pela mãe e pelo bebê. “A essência do parto humanizado é o protagonismo da mulher. Ela toma decisões sobre seu parto juntamente com a equipe”, explica a fotógrafa Amanda Nunes, que também é doula. “A mãe tem liberdade de movimentos, beber líquidos e se alimentar, parir na posição em que escolher e amamentar e ficar com o bebê logo após o parto”, completa Heidi Peters.
 
A proposta da exposição é fortalecer o parto com respeito não apenas nas maternidades privadas mas, principalmente, na saúde pública, onde é atendida a grande massa de mulheres. “A fotografia de parto é uma ferramenta poderosa de disseminação de informação de qualidade sobre o parto humanizado e de transformação social”, explica a fotógrafa Marcia Kohatsu. “No longo prazo, acreditamos que as imagens de parto podem contribuir para o empoderamento de mulheres, ampliando o acesso ao parto humanizado no SUS e reduzindo o número de cesáreas desnecessárias”, completa Luciana Zenti.
 
 
 
Serviço:
 
Exposição Nascer em Foco – Parto com Respeito. Por Amanda Nunes, Heidi Peters, Luciana Zenti e Marcia Kohatsu. Edição da exposição: Daniel Caron.
 
Local: Câmara Municipal de Curitiba (Anexo 2)
 
Rua Barão do Rio Branco, 720. Centro.
 
Quando: 25/09 (abertura da exposição). Às 10h será realizado o ato político em defesa do parto humanizado.